Vitória

Por: Pablo Mosqueira

0f2df79c93c4019fd29ddd74621f2377

Eu não sei como explicar. Todo sofrimento, toda luta, toda dor, de algum modo valeram a pena.

Eu cresci sendo negativado por vários. Desacreditaram de mim, me chutaram, e o que eu fiz? Me mantive de pé.

Talvez esse poderia ser um tiro no peito dos que fizeram de tudo para me ver aos prantos, mas a vida continuou colocando obstáculos no meu caminho. Desistir? Não, não garoto, essa palavra sequer passava na minha cabeça. Eu levaria o tempo que fosse preciso para chegar ao topo, e daria minha ultima gota de suor para que aquele sonho se tornasse realidade.

Anos se passaram, pessoas se foram, me tiraram tudo o que tinha, eu estava sozinho. Mas eu sabia, sabia que não estava distante, e continuei. Trilhei meu caminho árduo por décadas até o grande momento vir.

Eu estava tremendo, suando, e expelindo lagrimas de felicidade, orgulho e alivio. O grande dia havia chegado! No topo estava aquele rapaz que todos desacreditaram, humilharam e riram. Provei a mim mesmo que eu era capaz, e aos outros que eles estavam errados.

Por isso, garoto, não desista. Tudo valerá a pena quando você estiver no topo do pódio.

Chego a chorar, manso de tristeza. Depois levanto e de novo recomeço.

Clarice Lispector

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s