Dor

Por: Pablo Mosqueira

tumblr_nwsn7jOGlL1ur0mrco2_500

Ela vem quando menos esperamos, revirando tudo que temos por dentro, devorando tudo que temos de melhor. Perturbador, angustiante, uma mente instável prestes a explodir.

Olho para o lado, tudo o que vejo é uma neblina de ódio, rancor e repulsa passando sobre mim. Máscaras diferentes, usadas para dissimular uma realidade pungente e perturbadora, dia após dia.

Palavras vem e vão, e com elas maços de tristezas que se acumulam feito vermes em um abutre morto. Um suspiro, sigo em frente, frio como o vento que sopra, progrido, mesmo com uma fenda enorme no peito.

Mais um dia, mais uma máscara. Trilho meu caminho, imerso numa esperança ilusória e escusável de que tudo vai melhorar.

Anúncios

Um comentário sobre “Dor

  1. Arrasou!! Tá escrevendo muito bem!! Lembro que qdo tinha a sua idade também não continha as palavras…escrevi muito e pra alguns…Depois a vida vai dando nó na gente e as palavras já custam mais a transcender…Aproveita esse tempo e tira dele o melhor..bjos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s